bio bio
disco disco
noticias noticias
entrevistas entrevistas
projetos projetos
poemas poemas
fotos fotos
downloads downloads
brasao brasao
contato contato
Poemas
Faze o que tu queres deverá ser o todo da Lei. Al i 40

RAIZ SOL DA NOITE

Tuas águas caem de uma cachoeira, deságuam em um rio e vão. As pedras rochosas de água cristalina espalhada na areia de cor nua no chão. É o que te faz minha natureza, eu por ti que tu me és então, neste rio de águas tão claras, tu me guardaras a flor que reinaras nesta solidão. Pois tudo que é seu é meu, tudo que é meu é seu.

Pois tu que és a força e a beleza natural. Vislumbro em teu corpo a pureza virginal. Em ti eu corto o ar com espada e punhal, e planto a semente em mais um ciclo sazonal. Pátria Amada, Mátria Amada, Fratia Amada e Profanada. Mãe majestosa, mãe pagã, misteriosa. Explorada, catequizada e esplendorosa.

Thelema Agape... É a nossa Lei! Opus 666... É a nossa Lei! Jogar Enxofre... É da nossa Lei! Fazer Goécia... É da nossa Lei!

Vento Sul sopre bem forte, traga a morte, mudança sentida. Ordálio sofrido, promessa cumprida.

Por: Cesar Severus & Sub Umbra

Amor é a lei, amor sob vontade. Al i 57

Valid XHTML 1.0 Strict © Poeticus Severus - 2004/2012 e.v. por Cesar Severus portif√≥lio