bio bio
disco disco
noticias noticias
entrevistas entrevistas
projetos projetos
poemas poemas
fotos fotos
downloads downloads
brasao brasao
contato contato
Poemas
Faze o que tu queres deverá ser o todo da Lei. Al i 40

O REI ARCO-ÍRIS (Ato I)

O castelo do rei está longe, porém perto, não mais se recusa ao reino soberano por quem daria sua vida, tempo medieval, o reino é dele conquistado por dedicação além compreendida.Ele foi duelar nas nuvens com um gigante cujo o brado era esmagar os pequenos, como um guerreiro voltou, nada falou, o gesto explicou, era o falo do gigante, que não esperava um corte de espada. O princípio se separa, a côrte não repara, mas o vidente se indaga: _Aparição tão grande nada, era só a imagem do espírito do rei visitando seu reino pela última vez.

Por: Cesar Severus

DISCÓRDIA É A LEI DOS FRACOS... (Ato II)

Montanhas em Guerra, um anjo caiu subindo às alturas, discórdia para os caídos. Lucifero programa, amém para quem te ama, Ordem Severa. Motivo cavalga, glória traída, Cristus Fermentum‘Saeculorum sex in uno per nomen’

Uno homine mortuu qui morri vivente per morti, scravu servitori, Incubus sucari... Lilith. Phillostromma Spectrum Programma et Luxfero 777

Por: Cesar Severus

SILÊNCIO! ...O BEIJO DA MORTE (Ato III)

Um homem e sua espada, sentença que se afaga, não mais se indaga... Por Que (se disfarça)... Os ensinamentos hão e serem aprendidos criança bárbara e conquistadora, aprende a matar o urso que quer te matar por estar com fome, dúvidas são caminhos... Por Que (se disfarça)... Alguém se arrebata, o aço está pronto, aguarde a hora do duelo no espelho, não mais espere, o inimigo cortará tua cabeça se tu não fores o primeiro a golpear, golpeie e retenha para não cortar-se a si próprio por ti, se tua vida num círculo giro. Quem ganhou?!O mundo grita em silêncio, o rei por quem duelaras que foi por quem morrestes, a coroa em seu túmulo ao som dos bárbaros, sua amazona à quem passa a coroa que não recusa a vitória do bárbaro, mas aceita com coragem a morte de seu prometido, à quem ela manda este Beijo.

Por: Cesar Severus

Amor é a lei, amor sob vontade. Al i 57

Valid XHTML 1.0 Strict © Poeticus Severus - 2004/2012 e.v. por Cesar Severus portifólio